Colégio Vega adota novo material didático em 2021

O Bernoulli Sistema de Ensino é hoje um dos principais grupos educacionais do Brasil. A qualidade do material acompanha toda a trajetória dos estudantes, da Educação Infantil ao Pré-Vestibular, o que colabora para o desenvolvimento de várias competências, alcançando uma formação integral.

As vantagens do Bernoulli Sistema de Ensino vêm desde a excelência do material didático, com livros atualizados, alinhados às diretrizes curriculares educacionais, à tecnologia integrada ao aprendizado, com uma série de recursos digitais, como plataformas de aprendizagem e compartilhamento de conteúdo, livros digitais, games e animações interativas, boas ferramentas para os estudantes que já estão imersos no mundo digital.

Além disso, o Bernoulli Sistema de Ensino está em constante evolução, uma vez que as atualizações do material são realizadas anualmente. Novos conteúdos são inseridos, textos são revistos, seções são incluídas, de modo a contribuir para uma aprendizagem ainda mais significativa. A base de exercícios também é atualizada para que esteja sempre alinhada com as novas diretrizes e com temas atuais, importantes para o desenvolvimento do estudante. Os livros apresentam códigos de acesso aos produtos digitais, responsáveis por ampliar a experiência de aprendizagem.

É importante que os familiares estejam presentes nesta fase, já que proporcionará motivação e bom rendimento escolar dos alunos. Por isso, a plataforma disponibiliza para pais e responsáveis informações do desenvolvimento dos estudantes, por meio do Meu Bernoulli, no qual estudante, escola e família contam com um ambiente virtual de compartilhamento de informações, além de todo o conteúdo direcionado aos estudantes, como e-books, games e exercícios on-line. Sendo assim, o Meu Bernoulli proporciona uma experiência única de extensão da vivência escolar.

Ademais, para o Ensino Médio, um dos diferenciais são os Simulados ENEM com correção mediante TRI* que possibilitam ao aluno uma experiência similar à de verdade. O tempo de realização, a divisão das provas e o número de questões por área do conhecimento seguem o mesmo padrão do exame. A metodologia de correção é baseada na Teoria de Resposta ao Item (TRI), a mesma do Enem. O objetivo é que os alunos vivenciem a experiência mais semelhante possível ao processo avaliativo real.

*Entenda o que é a TRI (sistema “antichute” do Enem)

A Teoria de Resposta ao Item (TRI) é uma inovação do Enem em que o conceito-chave é a coerência pedagógica. Para tanto, as questões têm diferentes níveis de dificuldade, sendo classificados, como fácil, médio e difícil.

Na prática, o que vale mais é a coerência dos acertos e não a quantidade, isso porque o desempenho em um teste pode ser explicado pela habilidade do avaliado e pelas características das questões.

A Teoria de Resposta ao Item (TRI) tem como base três parâmetros e, dessa forma, qualifica o participante por meio do(a):
• Grau de dificuldade;
• Possibilidade de acerto ao acaso (chute);
• Poder de discriminação, que é a capacidade de um item distinguir os estudantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm.

Portanto, esse método estatístico consegue diminuir as chances de que o candidato tenha uma boa nota a partir de chutes, visto que identifica incoerências e, assim, atribui notas mais justas.